24
novembro

21 ANOS SEM FREDDIE MERCURY

Confira, na íntegra, “Live at Wembley 1986”

Neste sábado, 24 de novembro, a morte do eterno vocalista do QUEEN, Freddie Mercury, completa 21 anos. Freddie tinha 45 anos e morreu em sua casa, um dia após assumir que eram verdadeiros os boatos que tinha aids. Ao lado do inconfundível som da guitarra de Brian May, Freddie era a alma de uma das maiores bandas de rock dos anos 70 e 80. O músico e cantor Freddie Mercury, que compôs os maiores sucessos da banda inglesa Queen, entrava para as estatísticas de artistas levados pela Aids.

Mercury sempre disse que não tinha limites em sua vida, especialmente artísticos, e que definia como um prostituto da música. E ele ousava: nas composições, nas roupas apertadas, na presença de palco, na colocação das vozes – ele fazia várias vozes diferentes nos coros do Queen.
Ousou quando saltou do grandioso estilo da ópera rock para o pop, no disco “Mr. Nice Bad Guy”, em 1985.

Em uma declaração um pouco antes de morrer, Freddie dá a melhor definição de si mesmo: “Você é a ultima pessoa com quem falo…. provavelmente vai ter a melhor entrevista, meu caro. Não quero mudar o mundo. O que mais me importa é a felicidade. Quando estou feliz, meu trabalho reflete. No final, os erros e as desculpas são minhas. Gosto de sentir que estou sendo honesto. No que me compete, quero aproveitar a vida, a alegria, a diversão, o máximo que puder nos anos que ainda me restam. Pronto, já gravou? Agora, use. Foi o mais perto que cheguei a me emocionar em uma entrevista.”

Freddie foi cremado e não há túmulo que os fãs possam visitar. Em 1992 foi erguida uma estátua em sua homenagem em Montreux, na Suíça.

O show tem que continuar

Freddie Mercury – Noticia da morte no Jornal Nacional 25/11/1991

Publicado em CELEBRIDADES, MÚSICA, REPORTAGEM, YOUTUBE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado