28
julho

O ex- baixista do GUNS N’ ROSES fala sobre Amy Winehouse

O ex- baixista do GUNS N’ ROSES e atual membro do VELVET REVOLVER e do LOADED comentou sobre o falecimento de Amy Winehouse.

A cantora de 27 anos foi encontrada morta em seu apartamento em Londres no sábado, 23 de julho. Não há relatórios sobre a causa exata de sua morte, mas Winehouse vinha combatendo a drogadição há vários anos.
Na última edição de sua coluna, que aparece no caderno REVERB no jornal Seattle Weekly, McKagan escreve em parte, aos ‘especialistas’ e comentaristas de televisão que estão criticando o círculo de ‘conselheiros’ de Amy. “Eu conheço o empresário e o contador de Amy, e também sei que eles são pessoas MUITO corretas.
É uma vergonha que pessoas como essas, pessoas que fizeram o melhor de si para ajudar a Srta. Winehouse nos últimos anos, tenham seus nomes arrastados pela lama. Mas no fim das contas, é tão triste ter perdido essa jovem mulher para o que provavelmente será concluído, as drogas. Ela era um talento. Ela era diferente. Ela ia contra a regra. Ela era uma vanguardista musical.”
“No fim, eu não posso comparar o que eu passei ou vivi com o que Amy Winehouse passou. Eu só sei que o vício é um lugar solitário e aterrorizante para se estar. Não é glamoroso, e o vício não se importa se você é conhecido e rico, ou um ermitão solitário sem um puto.”
“No caso de Amy, tal como no meu, eu acho que ela tinha alguns amigos e familiares que tentaram e se importavam com ela, mas que no fim, não deram conta.”
Matéria original: Site do Lokaos Rock Show
Publicado em NOTÍCIAS por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado