31
julho

Moeda encontrada perto de Jerusalém pode comprovar a existência de Sansão

Uma pequena moeda pode ser a primeira prova da existência de Sansão, o matador bíblico dos filisteus (povo não-semítico que habitava o sudoeste da Palestina durante o período bíblico).

Arqueólogos acharam o artefato durante escavações na região de Beit Shemesh, na Judeia, nas proximidades de Jerusalém, de acordo com reportagem do “Daily Mail”.

A moeda parece descrever uma história que consta do Velho Testamento, na qual Sansão, cujo poder foi desfeito pela traição de Dalila, luta com um leão. 

Acredita-se que o objeto date de século XI antes de Cristo, quando as tribos israelitas se mudaram para a região após Josué conquistar Canaã.
Nessa época, os judeus eram liderados por figuras conhecidas como juízes – um deles era Sansão. Beit Shemesh (foto abaixo) é citada várias vezes no Velho Testamento.

Publicado em NOTÍCIAS por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado