25
maio

Georgia Davis com 400 kg é resgatada após 6 meses sem sair de casa

Foram necessárias 30 pessoas para retirar jovem de 19 anos de quarto. Operação para levar Georgia Davis a hospital demorou quase 8 horas.

Uma adolescente pesando cerca de 400 kg está internada após ter sido retirada de casa com a ajuda de pedreiros e membros dos três serviços de emergência, informa o “Daily Mail”.

Georgia Davis, de 19 anos, precisou de atendimento médico de emergência, mas a adolescente está tão grande que era impossível retirá-la de casa. Foram necessárias cerca de 30 pessoas, numa operação que levou quase 8 horas até que ela fosse levada de ambulância.

Duas paredes da casa foram demolidas para resgatá-la do seu quarto, no primeiro andar, de onde ela não saía há seis meses.

Na manhã desta sexta (25), a família informou que ela continua a ser monitorada por médicos no hospital Prince Charles, em Merthyr Tydfil, no País de Gales, mas detalhes sobre o estado de saúde da jovem são desconhecidos.

Especialistas acreditam que ela sofra de diabetes, insuficiências renal e respiratória e problemas de coluna.

“Todo mundo aqui está torcendo para que ela fique bem logo porque Georgia é uma garota adorável”, disse ao diário britânico o vizinho Jonathan Price, cuja filha é amiga da adolescente. Segundo ele, Georgia se queixava de dores no peito e nas costas.

De acordo com uma porta-voz do hospital, ela vem passando por diversos exames para determinar o tipo de tratamento a que será submetida.

Durante a operação de resgate, lonas e tapumes foram usados para manter a privacidade da família que vive em Aberdare. “Isto não é um freak show”, reclamou um policial devido a presença de curiosos.

Vizinhos disseram que a operação começou pouco depois das 9h da manhã e se estendeu até às 17h, quando uma ambulância ainda era vista na propriedade.

Georgia Davis, de 17 anos, estava pesando em torno de 400kg. Na foto com sua mãe Lesley

Um amigo da família, que preferiu não ser identificado, disse que ninguém sabe ao certo quanto ela está pesando atualmente, já que nos seis meses em que não saiu de casa ela não foi pesada.

A adolescente vive com a mãe Lesley, de 57 anos, e com o padrasto Arthur, de 74, que sofre de câncer no pulmão.

Sua mãe diz: Georgia sempre foi uma criança grande

Via: “Daily Mail”.

Publicado em NOTÍCIAS por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado