9
janeiro

Você pode vencer a depressão.

Depressão é uma doença que merece atenção e muitas vezes um tratamento especifico para a cura. Os sintomas são físicos e mentais, mexe com o animo, atenção e memória. E’ muito parecida com a tristeza, só que maior e pode persistir por mais tempo.
Muitas pessoas erroneamente pensam que o estado depressivo tem a ver com a forca de vontade como se fosse apenas uma questão de autocontrole e automotivação. Como se o ficar doente fosse apenas uma questão de escolha consciente.

Já ouvi pessoas dizerem brincando (o que comprova a falta de conhecimento sobre a doença), por exemplo: “quem tem o que fazer e esta cheio de responsabilidade e muito compromisso não tem tempo para frescura e a depressão não vem.” A ideia central dessa frase parte de um principio já equivocado que a depressão seria um estado de puro capricho, um charme e não uma doença como de fato e’. Depressão nada tem a ver com a preguiça ou frescura, mas sim com o estado de humor alterado e por isso e’ importante o tratamento adequado.

No cérebro, a química de seu funcionamento pode ficar alterada. E com isso, o fluxo de informação de um neurônio para ao outro também pode ficar comprometido. E a consequência desse “andar fora do eixo” pode ser:
1) Diminuição do animo e cansaço prolongado;
2) Alteração da memória e distração;
3) Falta de alegria e prazer;
4) Angustia e mal estar mental;
5) Alteração do sono;
6) Pensamentos de ressentimento, magoa, raiva e desespero;
Etc.

No meu livro O SEGREDO PARA VENCER A DEPRESSAO – 2ª edição – Adriana de Araújo – Editora Universo dos Livros – 2009, eu ensino vários exercícios que você pode praticar sozinho que são uteis no tratamento para a cura da depressão.

E’ indicado como tratamento a psicoterapia e/ou acompanhado de medicação com a orientação de um medico especialista. Dentro da psicologia são diversas as técnicas que surtem bons resultados. Nesse artigo, ressalto o uso da hipnose e técnicas de terapia breve como a Programação Neurolinguística e o Novo Código da PNL. São ferramentas uteis para a criação de novas escolhas. Nossas ações são escolhidas por nos mesmo, porem, nem sempre temos controle adequado sobre essas escolhas e muitas vezes estamos a mercê do nosso inconsciente e de todo nosso passado ainda não domado.

A ideia do tratamento e’ criar uma boa sintonia entre mente e corpo, entre consciente e inconsciente. Esse tipo de aliança aumenta a capacidade de cada um poder escolher viver com qualidade o momento presente, independente do passado que viveu. O tratamento leva ao aprendizado de viver em liberdade de qualquer amarra passada, se tornando senhor de si mesmo e com isso livre para novas escolhas.

Sugestões complementares ao tratamento:
1) Pratique atividade física, no mínimo 30 minutos de caminha todos os dias. Ajuda no bom funcionamento da mente e do corpo.
2) Aprenda a meditar. Saiba acalmar a mente.
3) Ouça boas musicas, cuide de alimentar o que lhe da prazer.
4) Ao deitar saiba agradecer pelas conquistas que teve ao longo do dia, para isso, e’ preciso observar o que você recebeu de você mesmo e da vida;
5) Foque sua atenção nas coisas do presente. O passado já foi e seu futuro você poderá criá-lo se souber desfrutar do agora.
6) Saiba contemplar uma flor, o céu, o mar, ou qualquer coisa ao seu redor. A simplicidade e complexidade da natureza lhe reserva boas surpresas.
7) Se permita sonhar e imaginar. Mas não o dia todo. Saiba equilibrar a realidade e manter os desejos sem perder o foco no seu proveito do agora.
8 Cuide do que você come e bebe. Afinal, a sua mente e corpo são uma coisa só e só você pode dar o melhor a você mesmo.
9) Abrace, converse, sorria, de risada e quem sabe ate mesmo gargalhada. E tenha contato com as pessoas que você gosta.
10) Organize suas coisas e sua vida, bagunça só atrapalha.

Você pode e você conseguira vencer. Siga os caminhos tradicionais de tratamento e complete com as dicas desse texto. Sucesso a você sempre!

Adriana de Araújo. Psicóloga

Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE, MENTE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado