31
outubro

Viciados em Facebook

As mulheres estão se tornando mais dependente de mídia social e elas controlam cada vez mais suas vidas sociais, segundo um novo estudo divulgado essa semana. A pesquisa mostrou que um terço das mulheres com idade entre 18-34 verificar Facebook quando acorda de manhã, antes mesmo de chegar ao banheiro.

As mulheres na faixa de 18-34 estão colocando em suas contas no Facebook. Mas alguns dados impressionam. Mais da metade das mulheres jovens (57%) dizem que falar com as pessoas mais on-line do que cara a cara. Um total de 39% deles se dizem viciados em Facebook viciados. Pois é, 34% das mulheres jovens americanas dão uma olhada no Facebook logo que acordam, antes mesmo de escovar os dentes ou ir ao banheiro.

O estudo mostrou que hábitos de 1.605 adultos, usando a mídia social, entre maio e junho deste ano, numa tentativa de traçar um perfil dos seus hábitos de mídia social. Embora alguns dos resultados são semelhantes a estudos anteriores, outros resultados são chocantes. Por exemplo, 42% das mulheres jovens acham que tudo bem colocar fotos de si mesmas “visivelmente embriagadas”.

Além disso, 50% das mulheres se sentem confortáveis com a ideia de sair com alguém encontrado no Facebook. Apesar do avanço, as estatísticas mostram que os homens ainda são mais otimistas com a internet: cerca de 65% jantariam com uma garota, cujo primeiro contato aconteceu pela rede.

Elas também são mais sensíveis no uso da web. Apenas 9% terminariam um relacionamento pela web. Já os homens. 24% não hesitariam em usar a rede para acabar com o namoro ou casamento.

A pesquisa mostrou curiosidades como, por exemplo, para 49% da mulheres o ato de espiar as atividades do cônjuge na rede é completamente natural e aceitável.

Aqui estão algumas outras estatísticas interessantes sobre mulheres e jovens no Facebook:

  • 21% das mulheres em idade 18-34 Facebook verificar no meio da noite
  • 63% usam Facebook como uma ferramenta de rede
  • 42% acha que é certo para postar fotos de si mesmo embriagada
  • 79% tudo bem colocar fotos dando beijos nas fotos
  • 58% usam Facebook para vigiar “frenemies”
  • 50% aceitam ser amigos no Facebook de pessoas completos estranhas

As conclusões destes dados são que, além de uma possível dependência emocional de rede de relacionamento, como o Facebook, as mulheres jovens estão se expondo muito no Facebook, tanto no conteúdo que colocam, como nas pessoas que aceitam como amigos.

Esses fatores combinados, podem levar a uma perda de privacidade, deterioração das relações pessoais, emocionais e da imagem pessoal.

Dr. Tarcio

Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado