21
maio

Sentimentos que engordam

Muitas vezes, sem perceber “comemos” muitos de nossos sentimentos. Raiva, ansiedade, angústia, falta de auto-estima, nervosismo e até alegria são motivos para atacar a geladeira e devorar uma “generosa” fatia de bolo recheado, ou aquele doce que sobrou do dia anterior. Isso acontece como forma de compensar os sentimentos que nos incomodam.
Por isso é importante ficar atento, pois esse descontrole pode provocar o Transtorno da Compulsão Alimentar Periódica, caracterizado, por hábito de comer demais, em qualquer hora, além de apresentar alterações comportamentais e emocionais.

Depois de um dia difícil, muitas vezes aquela fatia de bolo proporciona o mesmo efeito relaxante de uma dose de uísque, por exemplo. O doce eleva os níveis de serotonina (substância que proporciona bem-estar e prazer), diminuindo a ansiedade, nervosismo, etc. Até aí nada demais, mas se não ficar satisfeito com um pedaço e passar a comer o bolo inteiro, cuidado! Esse pode ser o sinal de um transtorno psicológico, o que pode levar a Compulsão Alimentar.

Para minimizar essa situação é importante se dedicar a uma atividade física regular. “Durante a atividade física, além de eliminar gordura, você também libera serotonina. Mas não esqueça de tratar o emocional também. Procure ajuda de um Psicólogo para descobrir quais são as causas da compulsão alimentar, já que a maioria pode ser inconsciente”.

Dietas milagrosas, muitas vezes são responsáveis por desencadear essa compulsão, pois quanto mais restrito o hábito alimentar, maior a chance de um descontrole. Além disso, outros fatores podem ser responsáveis pelo descontrole alimentar como: dificuldade de se relacionar, problemas financeiros, insatisfação, separação, frustração, medo, solidão e carência.
Se quiser eliminar uns quilinhos, é importante que nesse momento procure ajuda de profissionais especializados.
Por: Karina Andréa Fabrício

Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado