6
julho

Quando a morte nos separa…

Escola da Inteligência
Passar por um momento de perda de alguém da família me fez pensar e refletir… Sabemos que essa é única certeza de nossa vida, a morte. Temos plena consciência disso, mas nunca estamos preparados, ela ainda nos parece algo distante…

O questionamento então é: Como estar preparado para a perda de algum ente querido? Será que existe algum método pra isso?

Existe sim, esse método chama-se Amar! Amar enquanto é tempo! Amar enquanto há vida! Refiro-me aqui ao amor ágape, o amor fraternal. Quando assim o fazemos nosso choro será simplesmente pelo sentimento da saudade, até mesmo o Mestre dos Mestres chorou ao saber da morte de seu amigo Lázaro.

Muitas vezes é na religião onde as pessoas buscam consolo e entendimento para a morte, e seja qual for a crença, sabemos que teremos oportunidade de irmos a um lugar muito melhor do qual estamos.

Não tenha medo de dizer às pessoas que te rodeiam o quanto você as ama, o quanto elas são importantes para você, e não apenas fale, mas demonstre através de suas atitudes. Faça enquanto há tempo, amanhã pode ser tarde.
Existe uma canção, que particularmente gosto muito, e que diz: “Não há tempo ou distância pra nos separar de quem está presente e vivo em nós” (Celina Borges). Que ao passarmos por uma situação de perder uma pessoa, que a tenhamos viva em nosso coração e que possamos sempre lembrar dos momentos em que demonstramos nosso amor e não dos momentos em que poderíamos tê-lo demonstrado.
Escola da Inteligência 
Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Uma ideia sobre “Quando a morte nos separa…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado