18
junho

Protestos histórico em São Paulo reúne 65 mil pessoas, diz PM

Cerca de 65 mil pessoas participam da manifestação em São Paulo contra o aumento da tarifa de ônibus. Os manifestantes se reuniram no Largo da Batata, no bairro de Pinheiros, e seguiram em três direções: Avenida Paulista, Marginal Pinheiros e zona sul da cidade.

Este é o quinto protesto na cidade. Na última quinta-feira (13), vários manifestantes ficaram feridos e foram presos durante confronto com a polícia. Nesta segunda-feira, o governador Geraldo Alckmin afirmou que está “aberto ao diálogo” e proibiu o uso de balas de borracha pelos policiais que estão fazendo a segurança no protesto.

Além de São Paulo, ainda acontecem protestos no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Maceió.

Os protestos que se sucedem em grandes capitais brasileiras foram motivados pelo repúdio ao aumento dos preços das tarifas no transporte público. Mas erra quem pensa que a revolta é apenas por R$ 0,20

Dinheiro para a saúde e educação não tem.
Dinheiro para fazer um estádio de 1 bilhão tem.
O Brasil é um país subdesenvolvido com péssimas condições de vida, o nosso povo tem uma qualidade de vida terrível. Para sediar grandes eventos onde são gastos bilhões antes é preciso que o resto esteja bem. Que o povo tenha bom salário que de para comer, vestir, entretenimento e educação. Isto é garantido pela legislação.
Pagamos altos impostos por uma condição de vida deplorável. Maior parte da população brasileira é pobre ou muito pobre.

Avenida Rebouças é paralisada Foto/Rodrigo Oller
Avenida Rebouças Foto/Rodrigo Oller

Centenas de pessoas foram às ruas para mostrar seu apoio  Foto/Rodrigo Oller

Um dos manifestantes postou a frase ” Enquanto você assiste TV, protestamos por você! Foto/Rodrigo Oller

De acordo com PM, São Paulo reúne 65 mil pessoas Foto/Rodrigo Oller

A polícia não tentou reprimir o ato e delimitar as vias que seriam usadas pelos manifestantes. Foto/Rodrigo Oller

Esse foi o quinto protesto feito contra o aumento do transporte público. Foto/Rodrigo Oller

O futebol também foi o principal enfoque dado pelos manifestantes  Foto/Rodrigo Oller

Governador Alckmin também foi citado Foto/Rodrigo Oller

Manifestantes levam faixas e cartazes para as ruas  Foto/Rodrigo Oller

“Brasil, vamos acordar, o professor vale mais que o Neymar”

O vídeo não está com aquela qualidade e etc..mas eu não podia, deixar de registrar esse momento histórico. “Nunca na minha vida, achei que iria viver para ver isso”.

Publicado em AUTOCONTROLE, CAMPANHAS, NOTÍCIAS, YOUTUBE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado