26
setembro

O QUE REALMENTE IMPORTA?

Tenho feito essa pergunta há diversas pessoas e fico cada vez mais impressionado com a variedade de respostas que ouço, é instigante e preocupante ver como as pessoas não avaliam suas vidas e vivem de forma avulsa, sem noção de um todo, sem perceber que cada dia a mais é um dia a menos em nossas vidas.

Para você, o que realmente importa? Nada de respostas prontas não, reflita sobre essa pergunta nem que seja por um instante, mas de forma profunda.

A resposta que tenho ouvido com mais freqüência é: o que importa é a minha qualidade de vida. Ótimo, é uma boa resposta, volto a perguntar: o que é qualidade de vida para você? É cumprir o seu horário no trabalho de segunda a sexta-feira e chegar cedo em casa? É assistir a novela ou o jornal todos os dias? É dormir cedo? É não ter que trabalhar e nem estudar nos fins de semana, entre outras coisas?

Já ouvi cada coisa que vale a pena poupar você meu caro leitor dessas pérolas, enfim, já ouvi de tudo. Nada contra tudo isso, mas se isso for qualidade de vida, eu quero viver sem qualidade nenhuma. Veja só que vida mais tediosa, já imaginou terminar todos os seus dias assistindo televisão, chegar em casa todos os dias mais cedo, não tem nada mais tedioso que um dia igual ao outro, qualidade de vida não tem nada a ver com você ter tempo na agenda livre não gente, qualidade de vida tem a ver com você seguir a sua missão, seguir seus propósitos e estar a cada dia aprendendo, se desenvolvendo e se tornando um ser humano melhor.

As pessoas de sucesso que eu conheço e que possuem qualidade de vida seguem um tripé. Essas pessoas sentem que estão tendo qualidade de vida quando possuem uma missão de vida bem definida, são capazes de seguir seus valores e realizam seus sonhos através de grandes projetos.
 
Falamos de missão no nosso artigo do mês passado, missão é o combustível da alma, sem uma missão sua vida fica como uma refeição sem gosto, um barco sem leme, suas ações sem motivos, como um tronco boiando no rio deixando que o rio decida por você, deixando que as circunstâncias da vida tomem a decisão dos seus caminhos, da sua direção.

O maior desperdício que uma pessoa pode fazer na vida é viver sem uma missão, é como se vivesse permanentemente adormecida, em profundo estado de dormência ou será doença?

Uma vez definida sua missão, defina seus valores e seus princípios. Os valores funcionam como indicadores para nortearem o melhor caminho, as melhores condutas para você realizar sua missão. Os valores são como aquelas luzes acesas na pista do aeroporto que direcionam o piloto no caminho certo para pousar com segurança, evitando assim um desvio de rota que possa gerar uma verdadeira tragédia.

São os valores que vão fazer você ter exatamente a mesma percepção e o mesmo resultado, eles te protegem rumo ao seu destino, e você saberá se está seguindo no sentido do seu propósito, rumo a sua realização, evitando que você caia nas tentações do mundo moderno e cause uma tragédia para a pessoa mais importante da sua vida, VOCÊ.

Definiu a sua missão e seus valores, agora só falta definir os seus sonhos, os seus projetos. Tenha projetos grandes, se formar na faculdade dos seus sonhos, de criar uma família melhor, de formar uma equipe melhor, de construir um bairro melhor, um Brasil melhor, onde todos tenham o prazer de ser e de viver. Não tenha projetos pequenos, projetos pequenos cansam, projetos grandes motivam, projetos grandes te inspiram ir sempre mais longe.

Saiba que qualidade de vida nada mais é que o estilo de vida que cada um escolhe para se auto-realizar. Com esse tripé Missão, Valores e Projetos bem elaborado só não tem qualidade de vida quem não quer. Tenho certeza que você está pensando agora: Mas Anderson isso vai dar um trabalhão!

Você está certo, vai dar um enorme e prazeroso trabalho, certamente para realizar tudo isso você terá que ir dormir mais tarde e acordar mais cedo, terá que estudar mais, precisará ler mais livros, estar melhor preparado para os novos desafios que surgirão, terá que desenvolver ainda mais sua liderança e suas competências, e assim estará realizando mais e se sentindo a cada dia mais próximo de você mesmo, da sua auto-realização. 

E na hora em que você, colocar sua cabeça sobre o travesseiro, cansado mas em paz com você mesmo, você irá sentir o seu verdadeiro valor e o quão grandioso você é por estar contribuindo por algo maior. E aí, já pensou – O QUE REALMENTE IMPORTA?
Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado