21
junho

O ódio não prevalecerá

Durante um culto de oração na última quarta-feira, 17 de junho, nove pessoas foram mortas (incluindo o pastor) em uma igreja negra de Charleston na Carolina do Sul (EUA) quando um atirador branco abriu fogo contra os fiéis. O assassino foi preso e identificado como Dylan Roof, de 21 anos, que teria cometido o ataque por motivações raciais.

Durante sessão preliminar ao julgamento, para estabelecer a fiança do réu, o juiz – em um ato incomum – permitiu que os familiares das vítimas se dirigissem ao acusado. E isso foi o que eles disseram.  CLIQUE “AQUI”

Publicado em AUTOCONTROLE, NOTÍCIAS, RELIGIÃO por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado