24
novembro

O DESPERTAR DE UMA EXISTÊNCIA

Boa parte das histórias infantis que nós conhecemos é de uma princesa que dorme um sono profundo até um príncipe aparecer e despertá-la para a vida. Na vida real eu sinto como se a humanidade estivesse nesse sono profundo, aguardando algo para despertá-la, pode ser um beijo, uma demissão, ou até mesmo um sopro de vida. Pessoas andam literalmente adormecidas pelas ruas, pessoas com olhar distante e muitas vezes com ausência de alma, pessoas incapazes de sentir o seu coração.

Os hebreus diziam que doença é o ato de andar em círculo. Vejo ao redor inúmeras pessoas doentes, que não saem do lugar, vivem andando em círculos, se repetem, fazem de cada dia, de cada instante da vida um momento da mais pura e completa angústia, sobreviver é a palavra de ordem e a vida vai perdendo o sentido, e a gente começa a se perguntar: por que eu vivo? Qual a razão de eu estar vivo?

O resultado disso sabe qual que é? Depressão total, os antidepressivos fazem a riqueza dos laboratórios, os antidepressivos fazem a felicidade das farmácias, cinco bilhões de calmantes são tomados pela população americana, sabe por quê? Porque essa pessoa não brincou, não curtiu um colo de mãe, não saboreou uma comida gostosa, não curtiu a vida.

Uma pesquisa americana constatou que de cada quatro consultas médicas nos EUA uma é devido à falta de significado na vida. No Japão esse é o primeiro motivo de morte. O psiquiatra Jung já havia constatado isso quando disse que 1/3 das pessoas que queriam fazer psicanálise não tinha significado em suas vidas.

Eu gostaria de perguntar: você está cuidando bem de você? Você está se permitindo curtir a sua vida? Está curtindo verdadeiramente o prazer da sua existência?
Todos nós temos 24 horas por dia, e uma vida pela frente, a partir do nosso nascimento, temos uma vida que iremos definir como aproveitá-lo a cada inspiração, a cada instante. Eu me lembro de uma frase de que gosto muito: não leve a vida tão a sério, você não vai sair vivo dela. Hoje as pessoas não estão sorrindo, não estão se beijando, se abraçando.

Eu quero pedir para você: vamos cada vez mais criar sentido para nossas vidas, que gere o bem coletivo, vamos humanizar esse nosso mundo, valorizar as nossas vidas. Você parou pra pensar se está legal com você, se está cuidando da sua vida como o grande presente que você recebeu? Afinal “sempre é tempo de ser feliz, quem sabe voltar a ser criança”.

Vamos juntos transformar esse mundo num mundo onde todas as pessoas possam ser felizes rumo aos seus propósitos.

Seja uma pessoa repleta de entusiasmo (em grego em-theosmos = entusiasmo significa ter um Deus dentro de si), seja uma pessoa repleta de Deus, desse Deus que nos dá energia para viver intensamente cada momento e força para superar cada obstáculo sempre com muito amor e significado em nossos corações.

Por: Anderson Cavalcante

Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Uma ideia sobre “O DESPERTAR DE UMA EXISTÊNCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado