9
novembro

Motoi Yamamoto utiliza o sal para criar elaboradas instalações, um trabalho extenso que chega a cobrir o piso de galerias inteiras.

Seu trabalho minuscioso, às vezes, evocam labirintos bizantinos, outras vezes lembram formações de corais. Mas a raiz do trabalho de Motoi está em algo mais pessoal, quando cursava a escola de artes, sua irmã faleceu com cancer no cérebro, o choque resultou em muita tristeza e fez ele abandonar seu trabalho com pintura tradicional para buscar algo mais fundamental em sua arte. O sal é um dos minerais mais procurados do planeta e também é um material funerário na cultura japonesa, seu significado serve para ajudar a limpar a tristeza.

O sal também gera noções mais grandiosas sobre a vida e a passagem do tempo, pensamentos que Motoi compartilha em uma viagem que fez para as salinas de Salt Lake City, Utah. Acompanhe um pouco o trabalho de Motoi Yamamoto neste vídeo.

Publicado em ARTES, AUTOCONTROLE, VIMEO por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado