9
maio

Fotógrafa cega em busca de mil imagens

Cenas do cotidiano adquirem contornos fantásticos pelas lentes de Amy Hildebrand, que enxerga apenas sombras. A americana Amy Hildebrand nasceu sem poder enxergar. Albina, ela tinha problemas de visão relacionados à ausência de pigmentação da íris.

Hoje, com 27 anos, depois de ser submetida a tratamentos e cirurgia, ela consegue distinguir algumas sombras e formas. “Não quis aprender a ler em braile, comecei a escrever fazendo as formas das letras”, conta Amy, que durante o segundo grau decidiu fazer um curso de fotografia para que, com a ajuda da câmera, “pudesse dar às outras pessoas uma ideia do que via”.

Mãe de duas crianças, de 4 e 2 anos, ela lançou um blog que vem atraindo a atenção de internautas, With little sound, onde posta uma foto de sua autoria todos os dias. Ela começou o projeto em 2009 e já publicou 930 imagens – sua proposta é completar mil. Os trabalhos surpreendem pela beleza e sensibilidade das composições, pois remetem a instantes percebidos por ela atrás de um borrão. Momentos do dia a dia com os filhos e o marido – o fotógrafo Aaron, de 29 anos, que ela conheceu em uma sala escura de revelação – adquirem contornos fantásticos em seus registros. Uma vez por mês, Amy publica um texto (em inglês) sobre sua experiência e a relação das fotos com determinados acontecimentos, como o diagnóstico de um câncer terminal do padrasto e sua morte poucas semanas depois.

“Por agora vou viver intensamente, jantando na mesa cheia de computadores, sentindo o cheiro do vento impregnado pelas folhas das árvores, deixando as crianças correrem, agindo como se soubesse o que fazer, até acordar um dia e perceber que acabou”, escreveu na postagem de 2 de abril. Vale a pena conferir as fotografias: http://withlittlesound.blogspot.co.uk/

 

Publicado em AUTOCONTROLE, FOTOS, MOTIVAÇÃO por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado