11
junho

Feridas emocionais ganham forma física em campanha contra o bullying

A mensagem é clara e simples: não é porque não podemos ver a dor causada pelo bullying, que isso a torna indolor. Muito pelo contrário: às vezes, as cicatrizes são muito mais profundas. Hoje, a organização internacional BeatBullying está realizando uma marcha de conscientização e combate ao problema e, para convocar os participantes, contou com a ajuda da agência M&C Saatchi.

No filme abaixo, vemos uma garota se preparando para ir à escola, enquanto recebe mensagens no celular. A cada nova mensagem, um ferimento aparece em seu rosto, uma maneira de dar uma forma física às feridas emocionais.


Via: brainstorm9

Publicado em AUTOCONTROLE, CAMPANHAS, YOUTUBE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado