21
agosto

Estudante inglesa de 17 anos Heather Purdham pinta com a boca

Heather Purdham sofre de hipermobilidade, um problema nas articulações.
Apesar da paixão pela pintura, inglesa de 17 anos quer ser psicóloga.

Uma estudante inglesa de 17 anos com uma doença nas mãos que a impede de pintar conseguiu a nota máxima em arte usando a boca para segurar o pincel. Heather Purdham recebeu a nota A* – o equivalente britânico à nota 10 do Brasil.

Heather sempre adorou desenhar, mas passou a sentir fortes dores na mão direita e não conseguia mais segurar um pincel. “Os médicos me disseram para desistir da arte, mas eu sou muito teimosa.
Não me lembro de alguma vez que não tenha me divertido desenhando, então sabia que teria que me adaptar”, contou a jovem, que se inspirou em Alison Lapper, uma artista inglesa que nasceu sem os braços.

O primeiro diagnóstico que Heather recebeu foi de síndrome do túnel do carpo, uma doença na mão que poderia ser corrigido com uma cirurgia. Ela fez a operação, mas não resolveu o problema.

Os médicos então descobriram que ela tem hipermobilidade, uma condição em que as articulações se movimentam demais. Pessoas com esse problema não conseguem segurar um objeto com firmeza nas mãos.

“Foi muito difícil no começo, pois tudo que eu desenhava ficava ridículo. Mas eu trabalhei nisso o verão inteiro e criei uma técnica para pincelar a tinta na tela, segurando o pincel com a boca. Demorou, mas deu resultados”, afirmou, em entrevista ao jornal “Daily Mail”.

A paixão pela pintura deve seguir como um hobby para a jovem, que pretende cursar psicologia na universidade.

Heather (à direita), artista Alison Lapper (à esquerda), que nasceu sem braços
Publicado em AUTOCONTROLE, MOTIVAÇÃO, NOTÍCIAS por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado