20
março

Erik nunca deixou que sua cegueira interferisse com a sua paixão por uma vida emocionante e gratificante.

Apesar de perder a visão aos 13 anos de idade, Erik Weihenmayer tornou-se um dos atletas célebres e bem-sucedidos do mundo. Redefinindo o que significa ser cego, Erik se transformou a imagem da cegueira e abriu as mentes de pessoas em todo o mundo. Ele nunca deixou que sua cegueira interferisse com a sua paixão por uma vida emocionante e gratificante.

Erik subiu as montanhas mais altas da América do Sul e África. Além de subir no Monte Everest, a montanha mais alta do mundo. Em 25 de maio de 2001, Erik chegou ao topo do Everest e ficou em 29.035 pés. Ele foi o primeiro cego a subir o Everest. Erik continua a subir hoje, e mais importante mostra aos outros que a cegueira não limitam. No final de 2004, ele subiu com o fundador cego e seis alunos cegos da escola tibetana, Braille Sem Fronteiras. Eles subiu a 21.000 pés sobre um pico no lado norte do Monte Everest, a maior altitude jamais alcançada por adolescentes cegos.

Publicado em AUTOCONTROLE, MOTIVAÇÃO por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado