3
dezembro

Consumo de bebidas energéticas pode causar arritmia cardíaca e aumento da pressão arterial

 As mortes de cinco pessoas que consumiram o energético Monster Energy estão sendo investigadas pela FDA, agência que regula alimentos e remédios nos Estados Unidos. Entre os incidentes está o de uma menina de 14 anos, que morreu de arritmia cardíaca depois de tomar latas grandes do energético por dois dias consecutivos.

Em entrevista ao colunista Jairo Bouer, a cardiologista Denise Hachul, médica do Instituto do Coração e diretora da sociedade Brasileira de Arritmia Cardíaca, explica que a cafeína, principal substância presente nos energéticos, estimula o sistema nervoso central e aumenta a frequência cardíaca e a pressão arterial. O abuso na quantidade ingerida e a existência de alguma doença cardíaca podem ter como consequência a morte súbita.

 

Publicado em AUTOCONTROLE, ENTREVISTAS, SAÚDE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado