8
setembro

Comportamento autodestrutivo

Fazemos coisas contra nós mesmos, nos destruímos sem perceber ou até mesmo por raiva auto-imposta.

Comportamento autodestrutivo se refere a toda ação que provoca prejuízos para si mesmo. São comportamentos ilógicos, pois infelizmente o ser humano é mais irracional do que gostaríamos.
- Fumamos e bebemos, apesar dos danos.
- Comemos demais.
- Tomamos remédios em excesso.
- Nos corroemos de ciúmes, raiva.
- Em casos extremos algumas pessoas até usam objetos cortantes sobre a própria pele com a clara intenção de provocar dor em si mesmo.
Dica do psicólogo: Faça uma lista de seus comportamentos auto-destrutivos. Avalie o inicio destes comportamentos, quando começaram? Avalie o que você ganha com cada um deles. Por exemplo: ao beber você “esquece” de seus problemas? Faça uma lista detalhada e tome consciência de ganho secundário, pois sabemos que por trás de cada atitude auto destrutiva está uma necessidade e uma tentativa (mal sucedida) em superar alguma dificuldade.
O que mais causa sofrimento no ser humano?
Perdas. Perder emprego, perder bens materiais, perder pessoas queridas por morte, por mudança física ou afastamento emocional. Qualquer perda é dolorida, mas perder pessoas muitas vezes são sofrimento quase impossíveis de serem esquecidos. O sofrimento é próprio do ser humano, os problemas existenciais são dores naturais do ser humano.
Sofrimento não tem a ver com depressão
Depressão é uma doença. Em alguns países é a primeira causa de incapacitação. Sofrimento faz parte da vida, e devemos aceitar a vida com todas suas vicissitudes mas não precisamos continuar a sofrer eternamente. Devemos aceitar cada obstáculo como uma oportunidade de crescimento. Se a cada problema que lhe aparecer você se volta para a comportamentos autodestrutivos é sinal de que não está aprendendo com a vida, está se entregando á ela da forma mais cruel que poderia faze consigo mesmo.
As pessoas não sofrem só com o que acontecem com elas, sofrem pela forma como enxergam as coisas que acontecem com elas. A personalidade de cada um filtra o que aconteceu, conforme os recursos que cada um tem para enfrentar e superar os estresses da vida terá um final diferente.
Os comportamentos autodestrutivos são tentativas mal sucedidas de conviver com problemas, traumas e estresses. É uma forma ansiosa de superação. Beber para esquecer, fumar para se distrair, utilizar da automedicação achando que cuidará facilmente e sua doença, deixar a raiva invadir sua mente por considerar que é impossível resolver os problemas.
Saiba que quando não conseguimos sozinhos sempre podemos contar com um psicólogo para este apoio.
Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado