21
janeiro

Cão ajuda menino autista a expressar sentimentos pela 1ª vez

Um menino britânico de seis anos de idade está conseguindo contornar o seu autismo e expressar sentimentos pela primeira vez graças a um “cão companheiro”.


A companheira de Oliver, a cachorra Lucy, foi treinada por um programa de cães-guia não para acompanhar cegos, mas para ser um “buddy dog”.

“Lucy mudou a vida (de Oliver) desde o momento em que chegou. Desde o começo, todas as vezes que Oliver tinha uma crise, nós chamávamos a Lucy e ela vinha e se deitava perto dele e o acalmava. O efeito que ela tem nele é incrível”, disse a mãe do menino, Sarah Smith.

Segundo Sarah, depois da chegada do animal, Oliver até já disse para a mãe que a amava.

A organização Guide Dogs, cujo programa paralelo se chama Buddy Dogs, afirma que estes cães companheiros podem melhorar a qualidade de vida de uma criança, aumentar sua confiança e autoestima, aumentar os níveis de exercício e evitar o isolamento.

Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado