14
novembro

Cade a cultura na Era Digital

Grande parte dos jovens, hoje, divide seu tempo em duas vidas: uma real e outra virtual. Há quem defenda que a era da internet trouxe vantagens ilimitadas à juventude. Outros afirmam que a “comunicação digitalizada” torna os jovens cada vez mais estúpidos. O fato é que a internet tem potencial para ser muito mais do que simples entretenimento; a boa utilização de seus recursos só depende do interesse dos usuários.

 O surgimento da rede viabilizou inovações, até então, inéditas no mundo das comunicações. A internet é o único meio em que qualquer pessoa pode falar, opinar, criticar e não apenas receber informações. Navegando na web, o adolescente lê diversos textos, manifesta opinião, argumenta, analisa a veracidade do conteúdo e, assim, desenvolve a própria criticidade. Para os jovens, as vantagens são, é verdade, ilimitadas.

Mas há uma desvantagem, que vem da falta de interesse em procurar o lado útil da internet. Com o grande surgimento de sites de assuntos inúteis, como vídeos chamados vergonha alhei que na maioria das vezes mostra alguém alcoolizado ou drogado, isso pode ser divertido mais não é. Imagina se você é a família desta pessoa! Seria contrasteador não. Além disso, existe uma maioria de adolescentes que ainda não enxerga no universo digital o benefício de poder passar aos outros uma imagem positiva a respeito de si mesmo.

Pela internet, não é possível discernir raça ou classe social. Logo, só existe na rede a diferença cultural, denunciada pelos níveis de domínio linguístico dos textos publicados. Isso deveria estimulá-los a aprimorar a escrita, já que têm, na internet, chance de sobressair-se pelo que sabem e não pelo que têm. Mas, o que se vê, hoje, é a mania de valorizar “mutilação das linguagens”, muitas vezes desprezando a ortografia correta. Diante disso, cabe aos adultos não proibir, mas orientar os jovens em relação ao bom uso da internet.

Pedir ao adolescente que saia do computador para ler jornais ou revistas, por exemplo, chega a ser um equívoco. Isso porque a própria internet já disponibiliza esses recursos com rapidez e praticidade, e nisso consiste a maior revolução que o mundo digital nos trouxe. O desafio é educar o jovem para que utilize a internet em benefício de seu intelecto. Fica claro, portanto, que o problema não está na web, mas no conjunto de valores que as novas gerações cultuam, Para crianças e adolescentes bem orientados, a internet só tem vantagens a oferecer. A Era Digital não tornou o jovem estúpido. Pelo contrário, a prévia estupidez de muitos jovens é que tornou vilão um instrumento que promete ser, para a juventude, muito mais do que simples entretenimento: a internet.

Texto encontrado na net (Autor desconhecido)

Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado