18
julho

Angústia – entenda o que é e como tratar

De repente você sente um aperto no peito, sensação de abafamento, uma dificuldade de respirar, uma tristeza sem motivos, não importa onde você esteja, não importa seu status social, não importa seu sexo ou sua idade.

A sensação é de estar despencando em um profundo abismo. Pode acontecer com crianças, jovens, adultos e idosos. A sensação de medo nos envolve e na maioria das vezes nem sabemos exatamente medo de que.
A angústia é diferente da ansiedade. Ansiedade é um quadro de apreensão. Já a angústia é um sofrimento por razões desconhecidas. O processo de ambas é parecido. Dificilmente sabemos distinguir as causas reais destes sentimentos. 

Normalmente são diferentes do que imaginamos, por exemplo, estou concorrendo para ocupar uma vaga de melhor posição no trabalho, por isso fico ansioso e enquanto não obtenho a resposta, fico angustiado. Mas na verdade a resposta está escondida no seu autoconceito, com as falas: “Tudo para mim é mais difícil, sou um atraso de vida”, “Não estou tão preparado para a vaga como os demais candidatos”, “Não agüento tanta incerteza”, “Se eu pudesse ver o futuro seria bem mais fácil”
A angústia pode surgir mesmo em momentos calmos de nossas vidas, pois quando entramos na fase de calmaria, nos sentimos seguros para mergulhar em novos sonhos, planos, objetivos. Neste mundo de aventuras e desejos ainda que inconscientes, somos obrigados a fazer escolhas, cada uma delas com seu preço, que podem vir acompanhadas de ansiedade, tristeza, solidão e angústia da incerteza.

Geralmente as mulheres sofrem mais com o problema. “É bom lembrar que se você estiver tendo estas sensações, precisa saber se existe algum motivo orgânico para tal, como problemas cardíacos, insuficiência de ferro no organismo, distúrbios hormonais: climatério, menopausa, entre outros.
A angústia pode ser um alarme da depressão, ou ser vista como efeito colateral da ansiedade. E a ansiedade é o medo do futuro, quando nosso organismo produz adrenalina e nos prepara para a fuga ou à luta. Se a angustia ocorrer de vez em quando, tudo bem porque faz parte da batalha de vida do seres humanos.
Caso você perceba que está em constantes situações de angústia, faça uma análise de qual é a freqüência em que isso acontece, o que você estava planejando antes deste sentimento te abater e como isso te mobiliza. O segundo passo é encarar a situação, sem tentar reprimir ou fugir. Geralmente ela vem associada a causas psicológicas como: pressão do ambiente, traumas sofridos, complexos, sensação de vazio interno, baixa autoestima, sentimentos de inferioridade, ausência de sua percepção corporal, etc…
Para estes casos a Psicoterapia Corporal Biodinâmica é uma excelente ferramenta de trabalho, porque possibilita o autoconhecimento, devolve a percepção corporal, sincronizada com o aumento da capacidade respiratória, relaxamento dos músculos que estão rígidos em função do sofrimento, proporcionando maior conforto e autonomia.
Procure ajuda profissional adequada. O caminho é certamente mais fácil do que seguir sozinho.

Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



2 ideias sobre “Angústia – entenda o que é e como tratar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado