6
junho

Amar é a Primeira e principal das atividades humanas

A verdade é que amamos a vida não porque estamos acostumados a ela, mas porque estamos acostumados com o amor
Amar é a Primeira e principal das atividades humanas, ainda que às vezes as pessoas finjam que existem coisas mais importantes.
No livro A Última Grande Lição, o jornalista Mitch Albom descreve os ensinamentos recebidos do mestre em seus dias derradeiros. Todos eles apontam na mesma direção: no fim, só o que conta é o amor que demos e recebemos.
Não podemos substituir amos, delicadeza, ternura nem companheirismo por coisas materiais. Dinheiro não substitui ternura, poder não substitui ternura. Escreva o que estou dizendo, sentado aqui à beira da morte: quando mais se precisa dos sentimentos que nos faltam, nem dinheiro nem poder nos podem dá-los, não importa quanto dinheiro ou poder possuímos.
Na mesma linha, A Lição Final, de Randy Paush, relata a última conferência de um professor da Universidade Carnegie Mellon após saber que sofria de câncer do pâncreas. Entre as questões que ele levanta estão: o que você faria se tivesse poucos meses de vida? Que sonhos ainda quer realizar? O que impede de fazê-lo agora?
Trecho do Livro Nietzsche para estressados. 
Publicado em ARTIGOS, AUTOCONTROLE por Rodrigo Oller. Marque Link Permanente.


Comentários via Facebook

comentários



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado